DIVULGADA hoje (09/07) pelo CRAS: Lista de CPFs que não recebem o Bolsa Família de JULHO

O Bolsa Família foi criado para melhorar as condições de vida de famílias de baixa renda, oferecendo um pagamento mensal mínimo de R$ 600. Este benefício visa promover a saúde, educação e bem-estar dos beneficiários.

CRAS

Para se qualificar, a renda per capita da família não pode exceder R$ 218 mensais, um critério essencial determinado pelo governo para definir elegibilidade e foco de revisão.

Recentemente, o governo brasileiro iniciou uma revisão minuciosa dos beneficiários do Bolsa Família, visando assegurar que o auxílio seja direcionado às famílias mais necessitadas, enquanto combate possíveis fraudes. Esta medida inclui a reavaliação de muitas famílias para verificar se ainda preenchem os critérios do programa.

O cancelamento do Bolsa Família envolve um processo detalhado conhecido como “pente fino”, que utiliza diversas estratégias de fiscalização para detectar inconsistências nos cadastros. Autoridades cruzam informações com órgãos federais como o Ministério do Trabalho e a Receita Federal para validar os dados financeiros dos beneficiários e garantir sua conformidade.

Principais causas do cancelamento do Bolsa Família em 2024

O relatório da Controladoria-Geral da União (CGU) identificou sérios problemas no recadastramento do Bolsa Família.

Um dos principais problemas foi o aumento significativo de famílias compostas por apenas uma pessoa recebendo os benefícios. Dos 8,4 milhões de beneficiários excluídos do programa, 7,1 milhões eram de famílias unipessoais.

Além disso, algumas dessas famílias estavam recebendo o benefício de forma duplicada, o que significa que estavam registradas mais de uma vez no programa, mesmo tendo uma renda dentro do limite estabelecido.

Mudanças no Bolsa Família

O Bolsa Família destina-se a famílias com renda per capita de até R$ 218 mensais. Em 2023, o governo aumentou o valor mínimo do benefício para R$ 600 por família.

Este ano, marcado pelo 20º aniversário do programa, uma das principais iniciativas foi a retomada da parceria com os municípios, responsáveis pela gestão dos recursos do benefício.

Confira o calendário de pagamentos do Bolsa Família para julho de 2024:

  • Final do NIS 1: 18/7
  • Final do NIS 2: 19/7
  • Final do NIS 3: 22/7
  • Final do NIS 4: 23/7
  • Final do NIS 5: 24/7
  • Final do NIS 6: 25/7
  • Final do NIS 7: 26/7
  • Final do NIS 8: 29/7
  • Final do NIS 9: 30/7
  • Final do NIS 0: 31/7

Previsão de pagamentos ao longo do ano:

  • Agosto: de 19/8 a 30/8
  • Setembro: de 17/9 a 30/9
  • Outubro: de 18/10 a 31/10
  • Novembro: de 18/11 a 29/11
  • Dezembro: de 10/12 a 23/12

O que é CRAS?

CRAS é a sigla para Centro de Referência de Assistência Social. Trata-se de uma unidade pública responsável por prestar serviços sociais de proteção básica às famílias em situação de vulnerabilidade social.

Os CRAS são vinculados à política de Assistência Social e têm como objetivo promover o fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários, a prevenção de situações de risco pessoal e social, além da articulação de serviços de proteção social básica.

Eles oferecem atendimentos como orientação e encaminhamento para benefícios sociais, cursos de capacitação e atividades comunitárias, buscando o desenvolvimento social das comunidades atendidas.

Por que o CRAS interfere no Bolsa Família?

O CRAS interfere no Bolsa Família devido ao seu papel fundamental na identificação, cadastramento e acompanhamento das famílias que podem se beneficiar do programa. Como parte da rede socioassistencial, os CRAS são responsáveis por realizar o cadastro único das famílias de baixa renda, verificando se elas atendem aos critérios estabelecidos para receber o Bolsa Família, como a renda per capita de até R$ 218 mensais.

Além disso, os CRAS são responsáveis por acompanhar essas famílias ao longo do tempo, realizando visitas domiciliares e fornecendo orientações para garantir que elas continuem cumprindo os requisitos necessários para receber o benefício.

Também é no CRAS que as famílias podem obter informações sobre outros programas sociais, receber orientações sobre como melhorar suas condições de vida e participar de atividades que visam fortalecer os vínculos familiares e comunitários.

Portanto, a atuação do CRAS é essencial para a eficácia do Bolsa Família, pois ele não apenas cadastra as famílias elegíveis, mas também as acompanha de perto, garantindo que o benefício seja direcionado às pessoas que realmente necessitam e contribuindo para a promoção do desenvolvimento social das comunidades atendidas.

William Tormen

Ao longo da minha trajetória profissional, me dediquei à especialização em conteúdo para Google News e Discover, acumulando mais de 18 anos de experiência nesse segmento. Na minha jornada, ascendi à posição de CEO de uma Agência Digital e me tornei sócio em outras agências,… Mais »