CRAS emite nota CONFIRMANDO hoje (10/07) o prazo de entrega da cesta básica aos membros do Bolsa Família; confira as datas

Recentemente, os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) iniciaram a distribuição de cartões alimentação para inscritos no Cadastro Único, incluindo os beneficiários do Bolsa Família.

Este benefício, que também pode ser liberado em forma de cesta básica, tem como objetivo principal combater a insegurança alimentar e reduzir a desnutrição entre as famílias em situação de vulnerabilidade.

Beneficiários do Bolsa Família Recebem Cartão Alimentação

Embora a distribuição seja amplamente associada ao Bolsa Família, é importante esclarecer que o cartão alimentação e as cestas básicas não são uma iniciativa do governo federal e não têm ligação direta com o programa de transferência de renda.

Este mal-entendido ocorre porque muitos dos beneficiários do Bolsa Família também são elegíveis para o cartão alimentação, já que ambos os programas visam atender às necessidades das famílias mais carentes. Contudo, o financiamento e a gestão do cartão alimentação são responsabilidades de alguns municípios específicos que possuem recursos destinados para essa finalidade.

Quem Tem Direito ao Cartão Alimentação do Bolsa Família?

Para receber o cartão alimentação ou as cestas básicas, o beneficiário deve atender a três critérios principais:

  1. Residência em Município Participante: O cartão alimentação ou a distribuição de cestas básicas é disponibilizado apenas em determinados municípios que possuem orçamento alocado para essa finalidade. Nem todas as cidades oferecem este benefício.
  2. Inscrição no Cadastro Único: É fundamental que os dados do beneficiário estejam atualizados no Cadastro Único, um sistema utilizado pelo governo federal para identificar e acompanhar as famílias de baixa renda.
  3. Beneficiário do Bolsa Família: Os titulares do Bolsa Família geralmente são os mais indicados para receber o cartão alimentação, pois já estão identificados como vivendo em situação de pobreza ou extrema pobreza.

Procedimentos para Retirada do Cartão Alimentação

Para verificar a disponibilidade do benefício, os interessados devem procurar o CRAS mais próximo. Em algumas localidades, como o Distrito Federal, a retirada é feita diretamente em instituições bancárias designadas, como o Banco de Brasília, que disponibiliza um crédito de R$ 250. Já em outras regiões, o processo envolve:

  1. Verificação da Disponibilidade: Consultar o CRAS para confirmar se o município realiza a distribuição do cartão ou cestas básicas.
  2. Solicitação e Retirada: Caso disponível, solicitar o benefício apresentando um documento de identificação com foto.
  3. Assinatura de Recebimento: Assinar um termo comprovando o recebimento do benefício.

Infelizmente, se o CRAS local informar que não há distribuição no município, não há legislação que obrigue a prefeitura a fornecer esses recursos. Portanto, a concessão do cartão alimentação depende exclusivamente da disponibilidade de orçamento local.

Benefícios do Cartão Alimentação

O principal objetivo do cartão alimentação é combater a insegurança alimentar entre famílias em situação de vulnerabilidade. Com ele, as famílias podem comprar alimentos essenciais, garantindo uma alimentação mais adequada e nutritiva. A seguir, detalhamos alguns dos principais benefícios:

  1. Combate à Insegurança Alimentar: A principal função do cartão alimentação é garantir que as famílias em situação de vulnerabilidade tenham acesso a alimentos essenciais, reduzindo os índices de desnutrição e fome.
  2. Facilidade de Uso: O cartão alimentação funciona como um cartão de débito, permitindo que as famílias comprem alimentos em estabelecimentos comerciais credenciados, o que oferece maior flexibilidade e dignidade na escolha dos produtos.
  3. Apoio às Famílias de Baixa Renda: O cartão é destinado a famílias inscritas no Cadastro Único e, muitas vezes, já beneficiárias do Bolsa Família, proporcionando um suporte adicional em momentos de crise ou dificuldade financeira.

O cartão alimentação distribuído pelos CRAS é uma importante iniciativa para combater a insegurança alimentar e apoiar as famílias em situação de vulnerabilidade. Embora muitas vezes associado ao Bolsa Família, este benefício é gerido e financiado por municípios específicos que possuem orçamento destinado para essa finalidade. A concessão do cartão depende da disponibilidade de recursos locais e dos critérios estabelecidos para cada município.

Se você ou alguém que você conhece atende aos critérios mencionados, é fundamental procurar o CRAS mais próximo para verificar a disponibilidade e os procedimentos para retirada do cartão alimentação. Este benefício pode fazer uma grande diferença na qualidade de vida das famílias mais necessitadas, proporcionando maior segurança alimentar e dignidade.

Vitória Tormen

Natural de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, sou uma profissional comprometida com o desenvolvimento de conteúdos e a criação de posts otimizados para o Google News e Discover. Possuo uma vasta experiência em SEO técnico e SEO de conteúdo, garantindo que o material… Mais »