INSS divulga hoje (10/07) aposentadoria IMEDIATA para quem tiver alguma DOENÇA da lista. Confira na lista se você tem alguma

Aposentar-se é um sonho para muitos trabalhadores brasileiros que dedicaram anos ao serviço. Mesmo com as regras mais rígidas da Previdência Social após a Reforma de 2019, certas condições de saúde podem garantir a aposentadoria por incapacidade permanente.

Presidente Lula bate o martelo
Foto: Divulgação

Descubra as atualizações da lei do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que entrou em vigor em 2024, incluindo as 15 doenças mais comuns que podem assegurar a aposentadoria imediata.

INSS divulga hoje (10/07) aposentadoria IMEDIATA para quem tiver alguma DOENÇA da lista

Bene

A aposentadoria por invalidez, ou benefício por incapacidade permanente, é concedida pelo INSS a segurados que não podem mais trabalhar devido a condições de saúde.

Para obter essa aposentadoria, é necessário:

  • Contribuir para o INSS ou estar no período de graça, mantendo o vínculo com a Previdência Social.
  • Passar por perícia médica do INSS que confirme a incapacidade permanente.
  • Provar que a condição de saúde impede qualquer atividade remunerada.
  • Cumprir a carência mínima de contribuições exigida pelo INSS.

Reavaliação e Encerramento do Benefício

O benefício não é definitivo. O INSS realiza reavaliações a cada dois anos para verificar a persistência da incapacidade. Se houver recuperação da capacidade laboral ou retorno ao trabalho, o benefício pode ser encerrado.

As 15 doenças que garantem Aposentadoria Imediata

De acordo com a nova lei do INSS em vigor desde 2024, há 15 doenças específicas que podem garantir a aposentadoria por incapacidade permanente de forma imediata. Confira a lista:

  • Tuberculose ativa;
  • Hanseníase;
  • Alienação mental;
  • Esclerose múltipla;
  • Hepatopatia grave;
  • Neoplasia maligna (câncer);
  • Cegueira;
  • Paralisia irreversível e incapacitante;
  • Cardiopatia grave;
  • Doença de Parkinson;
  • Espondiloartrose anquilosante;
  • Nefropatia grave;
  • Estado avançado da doença de Paget (osteíte deformante);
  • Síndrome da deficiência imunológica adquirida (AIDS);
  • Contaminação por radiação.

Lembre-se, a presença de uma dessas doenças não garante automaticamente a aposentadoria. O INSS ainda realizará uma avaliação médica para confirmar a condição de saúde do segurado.

Perícia Médica obrigatória do INSS

A perícia médica do INSS é crucial para a concessão da aposentadoria por incapacidade permanente.

Neste processo, os profissionais do instituto avaliam detalhadamente a condição de saúde do segurado para comprovar sua incapacidade total e permanente para qualquer atividade remunerada.

Durante a perícia, o INSS considera:

  • Histórico médico do segurado
  • Exames e laudos clínicos
  • Grau de comprometimento das funções orgânicas e mentais
  • Impacto da condição de saúde na capacidade laboral

Se o perito concluir que o segurado está permanentemente incapacitado, a aposentadoria será concedida. Caso contrário, o pedido será negado.

Pagamentos de julho do INSS

As datas de pagamento dos benefícios do INSS em julho variam conforme o valor do benefício. Quem recebe até um salário mínimo terá depósitos em datas diferentes de quem tem renda mensal superior ao piso nacional.

Benefícios de até 1 salário mínimo:

  • Final 1: 25 de julho;
  • Final 2: 26 de julho;
  • Final 3: 29 de julho;
  • Final 4: 30 de julho;
  • Final 5: 31 de julho;
  • Final 6: 1 de agosto;
  • Final 7: 2 de agosto;
  • Final 8: 5 de agosto;
  • Final 9: 6 de agosto;
  • Final 0: 7 de agosto.

Benefícios acima de 1 salário mínimo:

  • Finais 1 e 6: 1 de agosto;
  • Finais 2 e 7: 2 de agosto;
  • Finais 3 e 8: 5 de agosto;
  • Finais 4 e 9: 6 de agosto;
  • Finais 5 e 0: 7 de agosto.

Consultando a data de recebimento

Para descobrir a data exata do recebimento do seu benefício do INSS, observe o último número do seu cartão de benefício, ignorando o dígito verificador após o traço. Por exemplo, se o número do seu cartão é 123456789-0, considere o dígito 9.

Essa informação é essencial para que os beneficiários do INSS possam planejar seus gastos e organizar suas finanças de maneira eficiente.

Consultar o extrato do INSS é fácil e prático pelo aplicativo do INSS ou pelo site Meu INSS. Para acessar, faça login com sua conta Gov.br, o login único para serviços digitais do governo federal.

No aplicativo e no site, os segurados podem:

  • Verificar o extrato de pagamento de benefícios;
  • Conferir os valores a serem recebidos no próximo calendário;
  • Checar as datas de pagamento;
  • Agendar ou remarcar perícias;
  • Utilizar outros serviços relacionados aos benefícios da seguridade social.

William Tormen

Ao longo da minha trajetória profissional, me dediquei à especialização em conteúdo para Google News e Discover, acumulando mais de 18 anos de experiência nesse segmento. Na minha jornada, ascendi à posição de CEO de uma Agência Digital e me tornei sócio em outras agências,… Mais »