Você trabalhou em 2023? Abono Salarial de R$ 1.412 vai ser pago HOJE (07/07)! Veja no calendário as datas

O aguardado calendário do PIS (Programa de Integração Social) para 2025, referente ao ano-base de 2023, está gerando grande expectativa entre os trabalhadores brasileiros.

O governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) solicitou ao Tribunal de Contas da União (TCU) uma revisão da decisão que determinava a antecipação dos pagamentos do abono salarial PIS/Pasep.

Abono Salarial PIS 2024

Atualmente, o benefício é pago dois anos após o trabalhador ter direito a ele, mas o TCU quer reduzir esse intervalo para apenas um ano.

Se essa mudança for aprovada, o impacto financeiro será significativo, com uma despesa adicional de aproximadamente R$ 30 bilhões em 2025.

Isso poderia comprometer o espaço para investimentos e custeio da máquina pública no próximo ano, em um momento em que o orçamento federal já está apertado, conforme previsto na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2025.

Argumentos técnicos e jurídicos

O governo federal, por meio de um recurso ao TCU, discorda veementemente da antecipação da despesa do abono salarial PIS/Pasep na Lei Orçamentária Anual (LOA).

Eles argumentam que antecipar os pagamentos compromete o princípio da anualidade orçamentária e da gestão fiscal responsável, resultando em restos a pagar, que são despesas transferidas de um ano para outro.

Além disso, o governo defende que pagar o benefício dois anos após a obtenção do direito não prejudica o trabalhador, pois o valor do abono é corrigido pelo salário mínimo atualizado.

Embora mais demorada, essa sistemática de pagamento é considerada pelo governo como a mais adequada e menos disruptiva para a programação orçamentária.

Histórico e decisão do TCU

A polêmica sobre o calendário de pagamentos do PIS/Pasep começou em 2021, quando o governo de Jair Bolsonaro alterou a regra para realizar os pagamentos dois anos após a obtenção do direito.

Em março deste ano, o TCU decidiu que o abono deveria ser pago no ano seguinte, exigindo do governo o pagamento de duas folhas salariais em 2025.

Antes da mudança de Bolsonaro, o pagamento do abono salarial era dividido: metade no ano subsequente ao reconhecimento do direito e a outra metade no ano seguinte. A decisão do TCU retorna a um modelo de pagamento mais imediato.

A Casa Civil e os Ministérios da Fazenda, Planejamento e Trabalho pedem a revisão de dois pontos específicos da decisão do TCU: o calendário do abono e o entendimento sobre a reserva de contingência prevista no orçamento.

O governo alerta que a inclusão de R$ 30 bilhões adicionais no orçamento de 2025 reduziria as despesas discricionárias, possivelmente gerando subfinanciamento do custeio dos órgãos e entidades da administração pública.

Pagamento do PIS de R$ 1.412 em 2024

Para ter direito ao PIS, é necessário cumprir alguns requisitos básicos:

  • Estar trabalhando com carteira assinada;
  • Ter recebido, em média, até dois salários mínimos mensais durante o ano-base;
  • Ter trabalhado pelo menos 30 dias no ano-base;
  • Estar cadastrado no Programa de Integração Social (PIS) ou no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) há pelo menos 5 anos.

O valor do abono salarial do PIS varia de acordo com o número de meses trabalhados pelos beneficiários durante o ano-base de 2022.

Meses TrabalhadosValor do Abono (R$)
1118
2235
3353
4471
5588
6706
7824
8941
91.059
101.177
111.294
121.412

Calendário de pagamento do PIS

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) divulgou o novo calendário de pagamento do abono salarial do PIS para os próximos meses:

  • Julho e agosto: 15 de junho (previsão inicial era 17 de junho);
  • Setembro e outubro: 15 de julho;
  • Novembro e dezembro: 15 de agosto.

Essa antecipação nos pagamentos visa atender rapidamente os trabalhadores, especialmente aqueles afetados pelas recentes enchentes no Rio Grande do Sul.

Pagamento do PIS

O pagamento do PIS é feito pela Caixa Econômica Federal para trabalhadores da iniciativa privada com carteira assinada. Existem duas formas de retirar o benefício:

  • Crédito automático na conta corrente ou poupança para clientes da Caixa.
  • Depósito na poupança social digital do Caixa Tem para os demais beneficiários.

Com a poupança social digital, é possível realizar várias transações, como pagamento de contas, transferências bancárias e compras com o cartão de débito virtual.

William Tormen

Ao longo da minha trajetória profissional, me dediquei à especialização em conteúdo para Google News e Discover, acumulando mais de 18 anos de experiência nesse segmento. Na minha jornada, ascendi à posição de CEO de uma Agência Digital e me tornei sócio em outras agências,… Mais »